A importância do café da manhã

Seu filho não toma café da manhã? Isso pode ser um problema. Veja o porquê e confira as nossas dicas.

  O café da manhã é uma das três principais refeições do dia. Apesar de sua importância muitas crianças e adolescentes estão omitindo o seu consumo. As razões para essa omissão são variadas: falta de tempo (preferem dormir mais e ir direto para a escola), falta de apetite ao acordarem ou mesmo por falta de hábito da família. O incentivo dos pais na criação desse hábito é fundamental.

O consumo frequente e adequado do café da manhã pode melhorar a saciedade e assim, reduzir a quantidade calórica total ingerida durante o dia, em especial nos lanches intermediários que tendem a ser mais calóricos devido o aumento do consumo de carboidratos e gorduras quando há omissão do café da manhã.

  A ausência dessa refeição prejudica a elevação da glicemia que é necessária às atividades matinais, ou seja, a criança se sente fraca e indisposta, podendo até passar mal, pois durante o sono, o organismo praticamente esgota as reservas de energia, que se não forem repostas deixarão a criança desatenta e enfraquecida.

Por isso, a alimentação matutina é muito importante para abastecer o organismo para o dia que vem pela frente!

Pode também favorecer uma possível deficiência de cálcio, uma vez que é nessa refeição que geralmente se concentra o maior consumo diário de leites e derivados que é fonte desse mineral.   Outra importante relação é entre o café da manhã e o rendimento escolar de estudantes. Segundo estudos, crianças e adolescentes que realizam o café da manhã apresentam melhor desempenho cognitivo acadêmico, atenção e memória. Sabendo da importância desta refeição é preciso incentivar as crianças o consumo desta, porém, de forma adequada e saudável. O café da manhã ideal deve conter 1 proteína (leite e derivados, frios como o peito de peru), 1 carboidrato (Pães, torradas, cereais matinais... Dando preferencia sempre para os integrais), 1 regulador (frutas). Vale ressaltar que é necessário tomar cuidado com o consumo de cereais matinais feitos com farinhas e açúcar refinados. Dê preferencia aos feitos com farinhas integrais, oleaginosas e açúcar mascavo que são fontes de carboidratos complexos e fibras. Para isso fique atento ao rótulo dos produtos!

O café da manhã pode ser um momento para reunir a família. O ato de comer envolve muito mais que as necessidades do corpo, envolve sentimento, afeto.

  O fato de sentar a mesa com a família irá estimular a criança a consumir a refeição. Dê acordo com o novo guia alimentar da população brasileira deve-se comer em ambientes apropriados e sempre que possível em companhia. Agora que você compreendeu a importância do café da manhã, segue algumas sugestões para tornar essa refeição mais saudável e gostosa.  

Opção 1: 2 fatias de pão integral; 2 fatias de queijo branco;  1 copo americano de suco de laranja natural.

Opção 2: 1 copo americano de iogurte natural; 1 xícara de chá de cereal matinal (integral); 5 morangos picados.

Opção 3: 200 ml de leite integral batido com 1/3 de mamão, 1 banana pequena e ½ maçã; 3 torradas (integrais) com geleia (de preferencia sem açúcar).

  E na correria, você pode optar em misturar os três grupos em uma só preparação. Veja exemplos e tente encaixar na rotina:

- leite batido com fruta e aveia;

- iogurte com granola e fruta;

- se for sair correndo: queijinho, palitinhos integrais e suco integral de caixinha.

Se você é do time daqueles que não agüentam comer tudo de uma só vez ao acordar, fracione o café da manhã em algumas horas do dia. Por exemplo, coma torradas integrais com queijo branco ao acordar e após algumas horinhas de intervalo, uma fruta.   Publicado em 24/05/22