Alimentos Regionais

O Brasil é um país de dimensões continentais, constituído por regiões e estados famosos pela rica variedade em recursos naturais.
A história brasileira traz em sua memória relatos de variadas culturas alimentares que contribuíram para sua própria identidade alimentar, que descende, especialmente, da cultura indígena, assim como das tradições africana e portuguesa.
No entanto, ao longo da história, a identidade alimentar brasileira foi se perdendo e acabou sendo desvalorizada. Dentre os principais motivos deste abandono, o processo de migração entre as cidades grandes se destaca, pois grande parcela da sociedade passou a fazer dos alimentos industrializados a base de seu consumo alimentar.
É importante resgatar e incentivar o consumo de alimentos regionais, pois além de estimular o desenvolvimento e a troca de habilidades culinárias, resgata e valoriza o ato de cozinhar e apreciar os alimentos, seus sabores, aromas e suas apresentações, tornando o ato de comer mais prazeroso.

Você conhece os alimentos típicos de cada região brasileira? Que tal trazê-los de volta aos nossos costumes?

Região Norte

Região Nordeste Região Centro-Oeste Região Sudeste

Região Sul

Frutas

Abiu

Banana nanica e da terra

Araticum

Abacate

Amora

Açaí

Acerola

Cajuí

Caqui

Morango

Camu- Camu

Cacau Coco - babona Goiaba Nectarina
Castanha do Pará

Ciriguela

Jenipapo

Jabuticaba

Tangerina/ bergamota
Cupuaçu Coco Mama- cadela Pinha

Pinhão

Guaraná

Sapoti Pequi Sapucaia

Uva

Pupunha

Umbu Pitanga Jambolão
Tucumã Tamarindo Xixá Laranja
Hortaliças

Espinafre d’água

Abobora Almeirão de arvore Abobrinha Almeirão
Jambu Jurubeba Caruru Berinjela

Azedinha

Maxixe do reino

Major Gomes Dente de leão Beldroega

Broto de bambu

Quiabo de metro

Vinagreira Fisalis Taioba Muricato
Quiabo Serralha Ora-pro-nóbis

Tomate de arvore

Leguminosas

Feijão regional

Algaroba Feijão branco Lentilha

Feijão de corda

Grão de bico

Guandu

Orelha de padre

Tubérculos, raízes e cereais.

Ariá

Araruta

Mangarito Mandioquinha

Batata-doce

Inhame- roxo Gergelim Milho verde

Taro

Jacatupé

Inhame

Mandioca

Sorgo

Farinha

Farinha de carimã

Farinha de tapioca
Farinha de piracuí
Farinha de Uarini
Tucupi
Ervas ,condimentos e temperos

Chicória do Pará

Cebolinha Açafrão da terra

Salsa

Canela
Pimenta do reino Coentro Cheiro verde

Cominho

Cravo

O ato de se alimentar e a noção sobre alimentação saudável não deve ser reduzida apenas ao corpo ou aos elementos da biologia e às dimensões físico-químicas do alimento. Desse modo, a alimentação e a cultura são inseparáveis. Assim, criam-se e modificam-se hábitos, incorporam-se outros valores que envolvem o comer. E para isso, é importante perceber a realidade, compreender as semelhanças e as diferenças dietéticas de cada cultura, na dimensão do indivíduo e do coletivo.

Os nutricionistas são parte fundamental neste processo de resgate do patrimônio alimentar, valorizando, respeitando e incentivando as particularidades alimentares de cada região.


O Ministério da Saúde lançou recentemente um material bastante completo sobre o assunto. Você pode acessá-lo aqui: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/livro_alimentos_regionais_brasileiros.pdf
    Publicado em 03/12/21